segunda-feira, 2 de abril de 2012

CERTEZA???



Detesto a dúvida... mas, muito mais quando "sinto" a dúvida da minha certeza.


Complicado ter que justificar o tempo inteiro...


Você pode virar-se do avesso e mostrar os seus órgãos, mas as demandas alheias para: confiar em você, apostar em você, gostar de você são tão grandes que te acovardam, complicam e embaraçam todas as suas pseudo certezas... até mesmo a certeza de não ter certeza alguma!


Mais complicado ainda é não saber dizer que a sua vontade é só fazer feliz, sentir feliz, olhar feliz, respirar feliz... ser simples assim: feliz! 


Sem horários, sem lemas, sem temas, sem script...


Sendo gente, humano, erectus, intellectum... ou não!


Mil desculpas ao mundo,  não sou especialista em nada, não tenho uma história incrível de atrocidades e/ou viagens...
Doutoramento? Nem de arremesso de cuspe à distância e, roubando a frase do poeta que não me ocorre o nome neste momento: "Sei de tudo um pouco e quase tudo mal... tenho pressa e tanta coisa me interessa, mas nada tanto assim..."


Aceito algumas regras, negocio algumas ordens, recebo sugestões, mas só conseguirei ser verdadeiramente feliz: sendo... sem ensaios!


Um comentário:

  1. Seria tão simples... se realmente simples fosse!
    Dúvidas, angústias, euforias...Mil coisas.. rsrs
    Medo do simples, TALVEZ!!!!
    Inventamos, complicamos.. é isso imperfeitamente perfeitos: Humanos..

    ResponderExcluir